quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

2º Parte: Inimigos da Família

Olá agraciadas,
Hoje seguiremos com o nosso estudo!
No post anterior já meditamos na introdução e na 1º parte de nosso estudo.

Inimigos da Família

2) Falta do alimento espiritual:
Provérbios 4:11; Josué 1:8.

[Clique na imagem para ampliar]


Na prática, dar o alimento espiritual exige muita criatividade. Até jogos em família podem ajudar a semear a Palavra de Deus no coração dos filhos. Há vários livros que trazem textos bíblicos com figuras e com uma linguagem mais infantil. Para os adolescentes a variedade também é grande em músicas cristãs, livros sobre assuntos de seu dia a dia. Mas aí mora um outro perigo, modernizar demais, perdendo a essência do ensino!
Mas do que palavras, sua vida vai falar! Não adianta muito ensinar e não praticar!
É muito precioso o tempo de culto doméstico. Assim é possível entender que podemos cultuar a Deus onde estivermos, e que para a família permanecer firme é preciso buscar a Deus.
Para que seu filho não seja levado por qualquer vento de doutrina (Efésios 4:14), as raízes precisam estar consolidadas em solo fértil. A igreja deve ser levada a sério, como um lugar de aprender mais de Deus, desfrutar de comunhão e ser moldados uns pelos outros. A escola dominical deveria ser tão valorizada quanto a escola normal!
A Bíblia traz a promessa de que aquele que for educado nos caminhos do Senhor, não se desviará (Provérbios 22:6). Ensinar é falar constantemente de Deus, é viver Sua vontade, é buscar a santidade, encher a casa com versículos e incentivar os filhos a decorar. Evitar ouvir músicas que pregam uma vida longe de Deus, frequentar lugares que não envergonham o nome dEle. Os pais precisam orientar seus filhos quanto as roupas, as amizades, a maneira como gastam seu tempo, o que veem na internet e televisão. Pois chega uma idade em que eles farão suas próprias escolhas!

[escrito por Letícia Ishy Janeiro/2013]

Com amor,
Letícia Ishy